Studio Pipoca indica: Desenhos para fugir do óbvio

0 comentários

Um dos melhores programas para aquelas tardes frias e preguiçosas de inverno com as crianças é se jogar no sofá com um cobertor e pipoca e curtir um desenho juntos. Eu confesso que sou fã de animações e muitas vezes me divirto mais com elas que as minhas filhas. Mas não sei dizer se me sentiria assim se não fosse o universo de opções de desenhos que hoje a internet e os serviços de streaming disponibilizam. Já pensou se ainda estivéssemos presos quase que exclusivamente as narrativas tradicionais dos desenhos da Disney?

Embora a contribuição do estúdio do camundongo para o desenvolvimento dos desenhos animados seja louvável, durante muito tempo seus grandes sucessos tiveram como base a batida fórmula: princesas “perfeitas” + rivalidade feminina + príncipe salvador. É inegável que há algum tempo a gigante do entretenimento estadunidense tem se esforçado para ir além em suas obras voltadas ao público infantil com alguns resultados muito positivos, mas hoje é possível encontrar desenhos incríveis de diferentes lugares do mundo que abordam temas e estruturas narrativas que fogem do “padrão” Disney e nos levam a conhecer diferentes culturas. Se você também adora assistir desenhos com os pequenos, confira nossas dicas de animações para crianças de 3 a 7 anos que fogem do óbvio das histórias de princesas!

Desenhos para crianças que fogem do óbvio

 1. Abuella Grillo 

O curta de animação produzido por um estúdio dinamarquês é inspirado nos eventos da Guerra da Água da Bolívia em 2006. A animação se destaca pela beleza e capacidade de abordar temas espinhosos como a mercantilização da água – recurso essencial para a sobrevivência - de forma lúdica e usando elementos da cultura dos povos andinos. 

 2. Pachamama:

Pachamama é outro desenho que se passa na América Latina, mais especificamente no Peru. A animação conta a história de dois jovens que partem em busca de uma estátua sagrada roubada de sua aldeia e encanta ao mostrar a cultura andina com muita beleza. Se você está na onda de descolonizar o pensamento e voltar o olhar para o sul global, é uma ótima pedida, além de ser diversão certa para os pequenos.

Você encontra o filme completo e dublado em português na Netflix.

 

3. Tito e os pássaros:

Tito e os pássaros é um filme brasileiro lançado em 2019, mas que poderia muito bem se passar em 2020, já que trata de uma epidemia que atinge o mundo todo, só que na animação a grande doença é o medo. O belíssimo desenho mostra as aventuras de Tito e sua turma em busca de uma cura para o medo que não para de se espalhar.

Você pode ver o filme completo pelo serviço de filmes do Youtube.

 

4. O Menino e o Mundo 

O Menino e o Mundo é outra animação nacional em nossa lista e conta a história de um garoto que mora com o pai e a mãe em uma casa no campo. Sem conseguir trabalho, o pai do menino se muda para a cidade grande. Triste, o menino arruma as malas e vai descobrir o novo mundo que o pai mora. O filme conta com animação primorosa e trata de temas como pobreza, exploração e falta de perspectivas por meio do olhar infantil.

 Você encontra o filme no Now, serviço de streaming da Claro.

 5. Kirikou

Kirikou já é uma clássica e premiada animação francesa, uma trilogia que se passa no continente africano e entrelaça suas narrativas com fábulas e mitologías de diferentes etnias que vivem na região, uma verdadeira aula para quem está habituado a olhar para o norte e se esquece das riquezas das culturas e povos do Sul global.

A recomendação é assistir os três filmes que compõem a trilogia. Os dois primeiros você consegue encontrar dublado no Youtube, enquanto o último está disponível no Globoplay.

 6. Ernest & Celestine

Ernest & Celestine é outra animação francesa que conta a história da inusitada amizade entre a ratinha Celestine e o urso Ernest. Ambos os personagens não se encaixam nos padrões de seus mundos e encontram conforto e acolhimento entre eles. O longo foi um grande sucesso no seu lançamento, dando origem a uma série animada que pode ser encontrada no Globosatplay. 

 

7. Meu Amigo Totoro

Meu Amigo Totoro é uma das obras mais famosas e conhecidas do mestre do anime japonês Hayao Miyazaki. O filme de 1988 conta a história de duas jovens filhas de um professor e suas aventuras com espíritos da floresta no Japão rural do pós-guerra. Como os demais trabalhos de Miyazaki, o longa se destaca beleza de seu desenho e história.

Recentemente a Netflix quase toda a obra do autor japonês em seu catálogo, inclusive o Meu Amigo Totoro.

 

8. Ponyo: Uma Amizade Que Veio do Mar

Outra obra bastante conhecida de Miyazaki, Ponyo: Uma Amizade Que Veio do Mar foi lançada em 2008 e conta a história da amizade entre um menino e um peixe. Um dia o pequeno Sosuke encontra um peixe preso em um frasco e o liberta, prometendo protege-lo para sempre. Ponyo, nome dado por Sosuke, contudo, é forçado por seu pai, um feiticeiro que vive no oceano a voltar para o fundo do mar. O peixinho vermelho então foge decidido a se tornar humano. O longa aborda diferentes temas como amor, responsabilidade, a vida...

Como outros filmes do mestre Miyazaki, você encontra Ponyo: Uma Amizade Que Veio do Mar na Netflix.

 

9. O Rei e o Pássaro

A animação francesa já produziu filmes belíssimos ao longo do tempo e um dos grandes clássicos dessa escola de desenhos animados é o O Rei e o Pássaro. O longa é poesia pura, fazendo uma dura crítica aos regimes totalitários com texto de Jacques Prévert - um dos maiores poetas franceses do século XX – e desenhos de Paul Grimault, referência na animação francesa.

Infelizmente o filme não está disponível em nenhum serviço de streaming atualmente, mas vale muito a pena garimpar em busca da versão em português.

  

E para não dizer que não falei da Disney...

Embora o estúdio do camundongo tenha um histórico de desenhos que refletem papéis de gênero, classe e raça retrógrados, desde o final dos anos 1990 é possível notar uma mudança de rumos em suas obras. No lugar de princesas indefensas baseadas em contos de fadas clássicos, histórias inovadoras, que abordam temas como a amizade, que contam com mulheres fortes como protagonistas, ou mesmo fogem do padrão eurocêntrico, foram adicionados ao catálogo do estúdio.

Entre as que eu gosto muito e destaco estão:

10. Toy Story:

O grande responsável por abrir essa fase de mudanças na Disney, Toy Story tornou-se uma das franquias mais apaixonantes do cinema. Buzz, Woody, Rex, Sr. Cabeça de Batata e muitos outros, nos ensinam o valor da amizade e da determinação. E se desde o segundo filme Toy Story contava com personagens femininas fortes, no quarto e último esse aspecto é reforçado com a adição de uma Betty revigorada ao elenco.

 

11. UP Altas Aventuras:

É impossível não se emocionar com as primeiras cenas de UP mostrando o amor entre Carl e Ellie. Assim como é impossível não desejar uma casa com balões para sair voando e não morrer de rir com a interação entre Carl, Russel e Dug. Para mim é um dos melhores desenhos da Disney. 

 

12. Divertidamente:

Um filme inovador cujos personagens são as emoções que vivem dentro de nós. É uma história muito bonita que trata sobre os sentimentos e mostra a importância de cada um deles para a nossa vida, inclusive da tristeza.

 

13. Moana: um mar de aventuras

Moana é um filme de princesas sem princesa, muito menos um princípe. Além da beleza do cenário baseado no oceano pacífico e a representação cultura dos povos que habitam essa região, a história nos mostra toda força e determinação de uma menina para salvar seu povo, sendo fundamental para isso mesmo com a presença de um semideus na trama. 

 

Gostou das nossas indicações? Vale lembrar: essa não é, nem tem a intenção de ser, uma lista completa e acabada. Por aqui acreditamos na construção coletiva, então se você tiver alguma sugestão de animação – pode ser longa ou curta-metragem – que saem do lugar comum para ver com os pequenos, compartilha com a gente! Quem sabe no futuro não fazemos uma parte dois dessa lista?

Até a próxima!

 

Deixe um comentário

Todos os comentários serão validados antes de serem publicados
Parabéns, agora você faz parte!